Blur X Travis – Planeta Terra 2013

11 nov

É difícil escolher um adjetivo para descrever a emoção de assistir ao show do Blur e do Travis. Maravilhoso, emocionante, lindo podem até chegar perto da definição do que rolou no Campo de Marte, na zona norte de São Paulo, onde aconteceu o festival Planeta Terra no último sábado, mas nunca o que senti.

Fran Healy, líder do Travis comoveu os fãs quando disse que tinha esperado muito tempo para tocar no Brasil. “Olha como a tarde está linda e ensolarada. Esperamos 17 anos para vir ao Brasil. Estamos muito felizes por estar aqui hoje”, disse durante uma pausa no show.

GEDSC DIGITAL CAMERA

E estavam mesmo. Quem admira o grupo conseguiu perceber a felicidade estampada no rosto dos integrantes do grupo, muito longe do frio escocês de sua terra natal. A apresentação da banda foi digna de tudo. Estava tudo muito alinhado.  E foi tão bacana que Fran até se jogou na plateia, sem nenhum ressentimentos e empolgou quem estava no local.

E o setlist foi de primeira, muito bem selecionado. Entre as canções cantadas estavam: “Mother”, música de abertura, “Selfish Jean”, “Pipe Dreams”, “Moving”, “Flowers in the Window”, versão acústica e os grandes hits de sucesso “Side” e “Sing”.

GEDSC DIGITAL CAMERA

GEDSC DIGITAL CAMERA

GEDSC DIGITAL CAMERA

GEDSC DIGITAL CAMERA

Confira um pouco do que rolou no show:

 

Depois de ser obrigada a assistir a apresentação broxante de Lana Del Rey – desculpa, mas ela não tem muita presença de palco e seu show é muito pra baixo – finalmente assisti ao show dos ingleses do Blur.

Damon, o vocalista do grupo já chegou chegando. Eles abriram com “Girls & Boys” e colocaram todo mundo para pular. Nessa hora você esquece que está cansada, com sede e com dor nas costas.

A apresentação foi bem diferente de quando vieram ao Brasil pela primeira vez, em 1999. Depois de um início mais que explosivo, o líder da banda jogou água – em mim – no público durante a introdução do guitarrista Graham Coxon. “Sim, sim. Sábado a noite no Brasil”, disse animado depois de “There’s No Other Way”.

GEDSC DIGITAL CAMERA

Certamente este foi um dos shows mais intensos que já vi, depois do Foo Fighters, durante o Lollapalooza 2012.

O momento mais emocionante, eu diria, foi quando cantaram “Tender”, que ganhou coro antes mesmo que terminassem a introdução. Damon engatou o refrão a distância, observando o público no início da música.

Os integrantes do grupo ainda surpreenderam os fãs quando cantaram “Parklife”, com a presença do ator Phil Daniels, que viaja com o Blur para interpretar essa canção. A apresentação foi digna de tudo. Pena que tudo que é bom dura pouco.

GEDSC DIGITAL CAMERA

GEDSC DIGITAL CAMERA

GEDSC DIGITAL CAMERA

GEDSC DIGITAL CAMERA

GEDSC DIGITAL CAMERA

A melhor parte do show foi quando o Damon se jogou na grade, onde eu estava, para cantar. Eu não sabia se eu o admirava, se batia uma foto ou se pegava nele. Deu tempo de fazer tudo isso! Essa próxima imagem é a visão que tive dele.

GEDSC DIGITAL CAMERA

Para assistir a performance de “Tender” é só clicar!

ass-raphaela7113

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: