Archive | Filme RSS feed for this section

Duas vezes Renato Russo

13 jun

Quem é fã de rock dos anos 1980 provavelmente já deve te assistido os dois filmes relacionados ao Renato Russo que foram lançados recentemente: ‘Somos Tão Jovens’ e ‘Faroeste Caboclo’.

Não sou crítica de cinema, mas gostaria de deixar registrado meu ponto de vista a cerca dos longas. Gostei de ambos, apensar de saber o final de ‘Faroeste Cabloco’. O primeiro me conquistou mais. É que amo rock daquela época e saber um pouco mais da história de um dos grandes artistas brasileiros me emociona. No entanto, achei que o filme foi escrito baseado nas músicas dele e não propriamente na vida do Renato.

Da para perceber essa “marcação” durante a narrativa. Por outro lado fiquei pensando que poderia ser também uma maneira que o diretor encontrou de contar a trajetória do artista, uma vez que resumir 36 anos em um pouco mais de uma hora e meia de filme e 6 mil reais de orçamento não é para qualquer um. Bom, o lance é que filme é uma pincelada sobre a vida dele. É preciso muita leitura e pesquisa para conhecer mais sobre ele, mas o filme é um bom start para quem pretende.

RENATO RUSSO

Já o ‘Faroeste Caboclo’ tem uma desvantagem. É que quem conhece a música já vai para o cinema com certa expectativa e seguro do final da obra. Fabrício Boliveira que dá a vida a João deu um show de atuação. O cara é bom e ponto final. Também não tiro o mérito de Isis Valverde que não deixou a desejar. Mas a impressão que tive é que em Brasília só a classe social só se dividia em pobres e ricos drogados. Isso foi muito bem retratado no filme.

Creio que o cenário, as roupas, a trilha sonora fez muito jus a música escrita e interpretada por Renato Russo.

Mais uma vez devo ressaltar que não sou crítica de cinema. Estas são apenas minhas impressões sobre os filmes. Mesmo se você não é fã vale a pena assistir!

Vejas os trailers:

A qualidade não está boa, mas não achei outro.

ass-raphaela7113

Cisne negro

15 fev

Assisti, neste último fim de semana, o filme Cisne Negro. Fiquei sem palavras com a história. O filme é sensacional. Ele conta a história da bailaria Nina Sayers interpretado por Natalie Portman, que é movida exclusivamente pelo desejo de superação, por tornar-se a uma bailarina perfeita na companhia de Thomas Leroy, interpretado por Vincent Casse. No entanto, em seu caminho está O Lago dos Cisnes, o balé de Tchaikovsky que Leroy pretende apresentar em montagem “crua e visceral”.

Durante o filme a bailarina “briga” o tempo inteiro, por causa da dualidade de ideias entre a interpretação dos papeis dos cisnes negro e branco. Aronofsky usa essa superação dos limites físicos e barreiras psicológicas de maneira literal. Refém da perspectiva de Nina, o público acompanha a desintegração de sua sanidade enquanto ela enfrenta a pressão do diretor, a superproteção da mãe vivida por Barbara Hershey e a chegada de uma excitante bailarina concorrente, Mila Kunis.

Acredito que este filme é a consagração da atriz Natalie Portman no cinema hollywoodiano. Vale a pena conferir. Nota 10 para figurino, interpretação, maquiagem e história!

Uma espiadinha para quem precisa de um empurrãozinho para assistir ao filme!

Título original: (Black Swan)

Lançamento: 2010 (EUA)

Duração: 103 min

Direção:Darren Aronofsky

Gênero: Suspense

Atores:Natalie Portman, Mila Kunis, Winona Ryder, Vincent Cassel.

%d blogueiros gostam disto: